O que faço com meu décimo terceiro salário?

Passado o prazo do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário, algumas pessoas ainda não gastaram totalmente o valor da primeira parcela, assim como já estão aguardando a segunda parcela. Por outro lado, muitas já devem ter gasto o valor total. Mas onde gastar o décimo terceiro salário?

Uma boa dica é separar em três tipos de gastos: dívidas, presentes e investimentos.

Uma boa parte do décimo pode ser usado para pagar dívidas atrasadas, principalmente aquelas que estão sujando seu nome, como no SPC e Serasa. Entre as três etapas, essa do pagamento das dívidas é a principal, onde você pode acertar tudo de uma vez ou dar pelo menos uma entrada para renegociação, parcelando o restante da dívida. A preferência são as dívidas com juro maior. Foi cumprido essa etapa e sobrou ainda valor de décimo? Então vamos para a segunda parte.

É importante presentar as pessoas, principalmente as que fazem parte da família. Mas não se pode exagerar no valor dos presentes, é necessário um bom senso. O mais importante é a convivência com a pessoa do que um presente caro. Uma dica é estabelecer um valor máximo a gastar para cada pessoa que você vai presentear. Nessa etapa você também pode se presentar, como uma viagem por exemplo. Lembre-se que estamos em época de viagens, verão, praia, etc., e o valor das férias talvez não seja suficiente para seus gastos com os passeios. Mas não gaste todo o valor com passeio e presentes, pois ainda temos a terceira etapa, que são os investimentos.

Recomenda-se que sobre um valor para você guardar para investimentos, afinal de contas, no início de ano temos alguns gastos extras, como IPTU, IPVA, material escolar e outros. Além disso, você pode guardar uma parte do décimo em alguma aplicação financeira, até chegar o prazo de poder usar nesses gastos extras, ou ainda guardar com outros objetivos.

Portanto, se você cumprir essas três etapas, vai estar liquidando ou reduzindo sua dívida, presenteando seus familiares ou reservando para viagens e ainda guardando um pouco de dinheiro para ali na frente enfrentar gastos extras, ou fazer uma reserva.

Mas qual percentual do décimo vou separar para os presentes?

É muito particular, lembre-se que a preferência é o pagamento das dívidas. De nada adianta você comprar presentes, ficar viajando ou fazer investimentos, se está devendo no cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo. A prioridade é colocar as contas em dia.

Falando nisso, tempos atrás coloquei aqui no blog uma reportagem sobre emprestar o nome. Você já emprestou o nome para alguém? Então veja em http://www.f12consultoria.com.br/blog_int.php?id=13

 

Até mais!

Fabio Nepomoceno

Receba conteúdos exclusivos e com prioridade