Consultor da Depressão #1 :: Caxias do Sul - RS

Consultor da Depressão #1 :: Caxias do Sul

       Muitas vezes, na atividade da consultoria, acabamos conversando sobre como estão a economia, as previsões futuras, o emprego e dados dos mercados de atuação. Isso é assunto recorrente nos atendimentos e nos bate papos com empresários. Nos últimos anos, estamos sofrendo uma crise econômica significativa, que afetou o bolso os empresários, o emprego, o PIB e o comércio em geral (1). Acredito estamos começando a tirar o pé da lama, mas lentamente será a nossa recuperação. Há sinais econômicos como a baixa da taxa Selic em setembro/2019, que chegou ao mais baixo patamar da história (2).

       Há algum tempo se fala, que Caxias do Sul (RS) poderá virar a Detroit Brasileira (3,4), como aconteceu na cidade americana, que a indústria automobilística, que já foi muito forte no passado e em 2013 entrou em colapso, chegando a pedir falência por não conseguir sustentar os custos, saída de grandes indústrias automotivas e má gestão pública (5). Acredito que Caxias do Sul está entrando neste fluxo, exatamente da mesma forma. É preciso estar atento e agir rapidamente, antes que seja tarde demais.

       As grandes empresas locais, como Randon, Marcopolo e Agrale, nos últimos anos, investiram em plantas fabris novas e fora da região. Randon está em Araraquara (SP) desde 2018 com capacidade de produção de 2000 unidades (6); Marcopolo investiu neste ano, R$ 14 milhões na ampliação da fábrica em São Mateus (Espírito Santo) para montagem os modelos de ônibus urbanos e escolares (7); Agrale que está na mesma cidade, iniciou a sua produção em 2016 (8).

       Com a volta do aquecimento econômico, as grandes empresas, vejam as citadas acima, e várias outras que estão iniciando plantas no Paraguai, ganhando fortes incentivos para se mudarem para lá (9), escolherão uma nova cadeia de fornecimento local, mais barata, mais moderna e com menor custo logístico! 

       O reflexo para as empresas médias e pequenas é que não conseguirão perceber que a crise foi embora, mas na verdade os ‘atuais clientes’ deixaram de consumir localmente. Isto afetará a indústria e em seguida os impactos serão no comércio e nos serviços. Sem a economia voltando a aquecer localmente, a impressão é que vamos continuar em crise.

       Se você é empresário, executivo ou gestor de empresa local, busque operar em mercados de fora do Rio Grande do Sul e exporte! Faça o cálculo e verifique se você está perto da conta 30/70. Some todas as vendas para (fora do RS + as exportações em 2019) e divida pelo faturamento total em 2019. Se você não chegou a pelo menos 30%, fique ‘muito’ preocupado. Buscar mercados onde a economia está mais aquecida, com número menor de competidores e principalmente, com produto inovador e que soluciona o problema do cliente, é o caminho para salvar a sua empresa. Senão... talvez seja tarde, até para perceber o que aconteceu.

 

Fórmula do cálculo:

% receita externa = ((Faturamento fora do estado + exportações em 2019)                / Faturamento total em 2019) x 100 

 

Fontes: 

1 - https://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_econômica_no_Brasil_desde_2014

2 - https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/historicotaxasjuros

3- http://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/economia/noticia/2017/02/empresarios-de-caxias-do-sul-pedem-uniao-contra-a-crise-9713789.html

4- https://www.youtube.com/watch?v=z1GxhUKMkc0

5- https://www.infoescola.com/atualidades/falencia-de-detroit/

6- https://www.investe.sp.gov.br/noticia/randon-inaugura-fabrica-em-araraquara/

7- http://www.automotivebusiness.com.br/noticia/29907/marcopolo-investe-mais-r-14-milhoes-em-fabrica-no-espirito-santo

8- https://www.campograndenews.com.br/veiculos/-agrale-inicia-a-producao-de-caminhoes-leves-no-espirito-santo

9- https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/2017/01/economia/544089-paraguai-tenta-atrair-industrias-brasileiras.html

 

#f12consultoria #consultoria #consultordadepressao #consultordadepressão #business #fabioguerra #fabionepomoceno #caxiasdosul 

 

Receba conteúdos exclusivos e com prioridade